Análise de propaganda – Mauro Fusco

Aluna: Luciana Hamamoto Terceiro
Curso: Pós Graduação em Pesquisa de Mercado em Comunicação, 2015

https://www.youtube.com/watch?v=oL5GCkISmZE

Resumo do anúncio

grafico

a) Personagens:
– O menininho vestido de Darth Vader
– a mãe
– o pai

b) Tensão:
– O menininho tenta dominar os objetos com seus poderes, porém sem sucesso (momento de frustração)

c) Desfecho:
– Tudo se resolve quando ele finalmente consegue uma resposta do carro do pai, após lançar seus poderes sobre o carro (com uma ajuda da tecnologia do automóvel e do pai).

Impacto

O comercial narra a história de um menininho vestido de Darth Vader e que tenta usar poderes para atingir o que está à sua volta, porém sem sucesso.

Há um envolvimento quase que imediato do espectador, pois, apesar do Darth Vader ser um vilão famoso, ficamos encantados pela figura do menininho encenando o papel de malvado, na sua inocência e na brincadeira de criança.

A atratividade vem no desenrolar do filme: o menininho busca exercer suas “forças do mal”, porém sem sucesso. Acompanhamos sua jornada, em suas diversas tentativas fracassadas como vilão. Nesse momento, invertendo os papéis, estamos torcendo para que o nosso pequeno vilão consiga algum sucesso em suas tentativas.
darthvader-frame2 darthvader-frame4 darthvader-frame5
O branding aparece nos segundos finais, quando a criança consegue, por fim, produzir algum efeito sobre o carro do pai.
darthvader-frame6 darthvader-frame7 darthvader-frame8 darthvader-frame9 darthvader-frame10
Nosso herói atinge seu objetivo, e o clímax acontece junto às cenas onde a marca aparece, fazendo com que a associemos ao sucesso daqueles por quem estamos torcendo.

Mensagem

No momento que o carro liga, “respondendo” à ação de nosso pequeno herói, temos uma lembrança imediata dos filmes da séria Star Wars e associamos à tecnologia das naves e ao poder de seus personagens. A resposta do automóvel é quase como uma resposta de poder ao nosso pequeno Darth Vader e nossa associação é que estamos diante de um carro potente e moderno.

Mas não apenas. O espectador consumidor de automóveis não quer apenas potência, mas um meio de transporte adequado à sua família, e o anúncio transmite a imagem de que este é um carro apropriado para uma família “modelo”, onde se preserva a inocência e a imaginação dos filhos, um carro que vai manter seu mundo em segurança.

Apesar do nosso personagem se fantasiar com um famoso vilão, ele nos traz a figura do arquétipo do inocente, que nos resgata os valores duradouros, como o amor entre pais e filhos.

O anúncio cumpre bem o papel de prender a atenção do espectador para apresentar o novo carro, com as informações mínimas necessárias: marca, modelo e valores

Resposta

A resposta do espectador, ao ver o filme, costuma ser de empatia e ternura pela criança, além das cenas bem humoradas. Há a ligação imediata com nosso pequeno herói, por quem torcemos para que tenha sucesso no final da história. E o sucesso acontece exatamente quando a marca aparece, o que faz com que seja fácil de lembrá-la.

A resposta, na época, foi extremamente positiva, pois obteve uma enorme repercussão nas mídias sociais, ganhando 6,8 bilhões de impressões pelo mundo todo, o equivalente a cem milhões de dolares em mídia.

Pesquisa para registro das impressões

Realizei uma pequena pesquisa para coletar algumas impressões e as respostas foram:

grafico1

grafico2

grafico3

 

Sobre as pessoas que participaram:

grafico4

grafico5

No geral, a percepção foi positiva:

“O que quis dizer-se que é um carro de família, com alta tecnologia.”
“Carro de familia”
“Carro conhecido com recursos avançados”
“Tecnologia e familia”
“É fundamental manter a magia…e estimular a criança a sonhar!”
“Não entendi direito. Acho que o pai ajudou a realizar um desejo do filho.”
“A fantasia e o poder da criança”
“O quanto é legal incentivar a imaginação de uma criança que ta desistindo de um sonho”
“…o Passat tem tecnologia superior, capaz de ajudar a dar asas a imaginação de uma criança”
“que é preciso sempre tentar manter a magia viva. :)”

 Apesar de toda a repercussão e da forma como cativa os espectadores, algumas pessoas comentaram que a propaganda não acrescenta muito sobre as características do produtos:

“No quesito do que está sendo anunciado, não entendi nada muito mais que “dá pra ligar o farol/alarme desse carro com um controle remoto”

“o motor liga por controle remoto, mas pra que serve isso? o darth vader liga coisas com o poder da mente? não sabia”

Sobre o filme:
O comercial foi lançado em fevereiro de 2011, durante os comerciais do campeonato Super Bowl, nos Estados Unidos. O filme se tornou um enorme sucesso no YouTube, alcançando a marca de onze milhões de visualizações em quatro dias. Foi o comercial mais visto na plataforma, na categoria automóveis, e o nono, em todas as categorias, durante 2011, com um total de 50 milhões de visitas, e ganhou o prêmio de melhor propaganda de 2011 pela revista Adweek.

Referências:
 
The Force: o fetiche geek no comercial da Volkswagen
The 10 Best Commercials of 2011 The year’s most impeccable craft and storytelling in advertising